Conheça nosso

Ilha Croa do Goré (SE) só fica disponível por seis horas por dia

O Tô de Folga desta semana viajou para o Sergipe, mais precisamente para uma pequena ilha em Aracaju. A Croa do Goré só aparece na maré baixa e fica disponível somente por algumas horas do dia.

A estrada que leva até a Croa do Goré começa na SE-100. São 16 km, sem perder o mar de vista, até chegar ao Rio Vaza Barris. Depois, o visitante embarca em um catamarã. O passeio leva três horas e custa R$ 50. No caminho, bebidas frescas, vista para o rio que deságua no mar e até hidromassagem natural.

Depois de uma hora navegando pela foz do Rio Vaza Barris, é possível avistar a pequena ilha que surge rodeada por manguezais. É um banco de areia no meio do rio. A Croa leva o nome do morador ilustre, o Goré, primo do caranguejo, só que menor.

O paraíso só fica disponível por, em média, seis horas por dia. Isso porque quando a maré sobe, a Croa do Goré fica submersa. Por isso, a ordem é aproveitar cada segundo dessas águas tranquilas.

Vale também descansar na areia e petiscar as delícias da culinária da região. O principal petisco é caranguejo, custa R$ 6 a unidade.

Para se hospedar, Aracaju oferece 6.300 leitos de hotel. Para dormir, com vista para o mar e no meio da natureza, o turista paga em média R$ 249 por casal. De quebra, dá para se divertir com a visita dos charmosos moradores da região: os saguis.

Quem preferir almoçar, a opção é a mariscada. Um prato que mistura vários tipos de mariscos, que dá para uma pessoa e sai por R$ 40.

O passeio termina no fim do dia na orla pôr do sol. É possível caminhar e contemplar a paisagem. E quem quiser pode se aventurar em um esporte diferente: o stand up paddle. O passeio de uma hora custa R$ 50 por pessoa.

 

Fonte: Jornal Hoje (G1)

Nossa

Localização